Desenvolvi o método CQC (Crianças que Comem) ao longo de mais de dez anos de estudos, observações em escolas que atendi, com meus dois filhos e em acompanhamento de famílias que sofrem com a recusa e a seletividade alimentar dos seus filhos.

As bases que fundamentam o método CQC são estudos da neurociência, que nos ajudam a entender o desenvolvimento da criança, como ela aprende a comer e se relacionar com o alimento. Que aliada as minhas observações de anos de experiência, resultaram no desenvolvimento de um passo a passo, que conduz a família ao entendimento do que está acontecendo com o seu filho. 

E, através de cinco passos que fundamentam o Método CQC, será possível driblar a recusa e a seletividade alimentar, estabelecendo uma relação saudável e prazerosa com a alimentação. Conheça os 5 passos:

Primeiro passo: Identifique a raiz do problema.

Sim!! Porque a recusa e seletividade alimentar pode ter origem diferente de uma pessoa para outra e é fundamental identificar isso primeiro, para agir de forma eficaz. E, a partir daí, iniciar a aplicação dos demais passos, através de práticas producentes, capazes de promover mudanças no dia a dia das famílias e reestruturar a relação da criança com a alimentação.  

Segundo passo: O trabalho que vem antes da mesa.

Algo que sempre digo é: “Não tem como gostar daquilo que a gente não conhece”. E a criança, ou mesmo um adolescente ou um adulto, precisará passar por esse passo de aproximação do alimento para poder conhecê-lo, sentir se “seguro” em o provar e ter interesse por ele.

Terceiro passo: A rotina.

A rotina é a base para o desenvolvimento do hábito alimentar. E quando organizada através de práticas producentes e ajustadas a um objetivo, é capaz de promover grandes mudanças.

Quarto passo: O ambiente da refeição.

Quanto mais alinhado às práticas de uma rotina alimentar saudável e prazerosa, mais producente ele será. Um ambiente cheio de distrações e pressões, não será o ambiente seguro que a criança necessita e pode prejudicar todo o trabalho realizado anteriormente.

Quinto passo: A oferta.

Somente após garantir os passos anteriores é que chegamos propriamente na oferta de novos alimentos. E apesar de parecer essa a etapa mais importante, ela raramente terá sucesso sem uma base sólida dos passos anteriores bem-sucedidos.

Esse método já ajudou centenas de famílias a driblar o ciclo da recusa alimentar e vai te ajudar também. Você tem acesso ao método completo no meu curso Criança NutriAtivia. Acesse: https://criancanutriativa.kpages.online/metodocqc

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: